sábado, 1 de maio de 2010

Geodiversidade

O geoturismo, antes de mais nada, fundamenta-se sobre três conceitos que complementam e interagem: geodiversidade, patrimônio geológico e geoconservação.

Geodiversidade refere-se à variedade de ambientes geológicos, fenômenos e processos geradores de paisagens, rochas, minerais, fósseis, solos e outros depósitos superficiais que constituem a base para a vida na Terra, conforme defnição da Royal Society for Nature Conservation, da Inglaterra.

A geodiversidade apresenta um paralelo com a biodiversidade, pois, enquanto esta é constituída por todos os seres vivos do planeta e é consequencia da evolução biológica ao longo do tempo, a geodiversidade é constituída por todo o arcabouço terrestre que sustenta a vida. É resultado da lenta evolução da Terras, desde o seu surgimento. A diversidade geológica é uma das variáveis essenciais para a diversidade biológica. Ambas são responsáveis pela evolução do planeta.

A geodiversidade também apresenta grande amplitude ocorrendo desde a escala microscópica, como no cso de minerais, até em grande escala, como as montanhas. Cada parte do planeta, não importa o tamanho, apresenta uma diversidade própria.
O inventário da geodiversidade de um local e a seleção dos sítios representativos da sua história geológica são o primeiro passo para a determinação do patrimônio geológico, que formará a base para a geoconservação e o geoturismo.

Quando se aborda o geoturismo, consequentemente estão envolvidos os princípios da geoconservação e preservação da geodiversidade, que são o fundamento para a consciência sobre o meio ambiente.

(trecho extraído do livro Geoturismo em Curitiba, de Gil Piekarz (org))

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...