quarta-feira, 21 de julho de 2010

Metodologia de Valoração do Patrimônio Geológico I

Nas próximas postagens, apresentarei três metodologias de valoração do patrimônio geológico com base em referências bibliográficas européias. É importante observar, que qualquer avaliação que se faça do patrimônio geológico por qualquer uma das metodologias, ou outras que possam surgir, não é uma tarefa totalmente objetiva e simplificada, no entanto, apesar de seu carater subjetivo, é fundamental que se começe a exercitar neste sentido.

A primeira metodologia é de Cachao & Marques da Silva (2004) que apresentam uma metodologia simples, que foi criada em particular para o patrimonio paleontológico, mas passível de ser aplicada a outros tipos de patrimônio geológico.

Passa por avaliar e integrar o patrimônio paleontológico em função dos parâmetros estabelecidos para cada critério, avaliando assim as suas potencialidades. O quadro que se segue apresenta os critérios e respectivos parâmetros definidos por estes autores. Estes parâmetros nao apresentam índices de valoração.


Critérios para classificação do Patrimônio Geológico segundo o modelo português.



Além destes três critérios ainda se pode considerar outro tipo, os critérios econômico-recreativos, aos quais poderão estar associados os seguintes parâmetros: valor urbano, valor mineral, valor econômico, trabalhos públicos, viabilidade econômica, localização. Estes autores consideram ainda situacões que requerem uma proteção e conservação particulares, quando se analisam parâmetros como a vulnerabilidade, atividade extrativa, realizacão de obras públicas e erosão costeira, que afetem o patrimônio geológico em análise.

Em breve trarei mais dois modelos de valoração. Aguardem!

(Fontes: CACHAO, M.; MARQUES DA SILVA, C. (2004). Introdução ao Património Paleontológico Português: definições e critérios de classificação. Lisboa: Geonovas no18, 13-19 pp.

FONSECA, M. H. A. da. Estabelecimento de critérios e parâmetros para valoração do patrimônio geológico português. 2009. (Dissertação de Mestrado em Ordenamento do Território e Planejamento Ambiental) Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa. Portugal, 2009)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...