sábado, 9 de outubro de 2010

Geoturismo Urbano - Possibilidades de Geoconservação

Olá!!

há algum tempo venho procurando material sobre Geoturismo Urbano para publicar aqui no blog. As variadas possibilidades de se desenvolver o geoturismo ultrapassa a noção de que a beleza geológica só pode ser observada em ambientes naturais.

O resumo abaixo é de autoria dos colegas do grupo de discussão Antônio Liccardo, Gil Piekarz e Virgínio Mantesso-Neto. Boa leitura!!!


Ouro Preto - MG

Dados demográficos recentes do Brasil apontam que o número de habitantes nas cidades superou o de habitantes da zona rural, acompanhando uma tendência mundial. Com as premissas que a maior parte da população se encontra em cidades e que o geoturismo propõe a disponibilização de conhecimento geológico para as pessoas, é lógico supor que ações de divulgação sobre geoturismo e geopreservação sejam implementadas nas cidades.

Pesquisas neste sentido já existem em vários países, onde guias geoturísticos apresentam as características geológicas dos atrativos naturais, da geomorfologia e das rochas usadas na construção de cidades (por exemplo, Pietre e Marmi di Firenze, livro que descreve as rochas usadas nas catedrais e monumentos de Florença e as antigas pedreiras que forneceram o material).

No Brasil as idéias de geoturismo tendem a privilegiar áreas naturais, muito em função da urgência na preservação. Entretanto, mudanças acontecem na esfera cultural e, ampliar o alcance do entendimento da geodiversidade passa necessariamente pela difusão para a comunidade. Exemplos, contudo, já acontecem no Brasil: em Ouro Preto, MG, um projeto para preservação da técnica de cantaria resultou em livro (2006) que é destinado aos turistas, que já visitavam a cidade em função dos aspectos culturais. Hoje está sendo estudado um caminhamento turístico pelo centro histórico para conhecer os tipos de rocha e trabalhos de entalhe realizados.

Há vários casos de geoturismo urbano ligados diretamente à arte da cantaria, como a visitação de igrejas antigas ou arquitetura colonial. Ainda em Ouro Preto, antigas galerias de mineração de ouro do século XVIII passaram recentemente a receber geoturistas. Em 2006, um levantamento de rochas ornamentais em shopping centers de São Paulo propôs o uso desta informação como atrativo cultural adicional a estes estabelecimentos, mas até o momento essas observações continuam restritas ao meio acadêmico. Em Salvador, foram colocados painéis com informação geológica em linguagem acessível, mas foram vandalizados, retirados e não substituídos.

O projeto Geoturismo em Curitiba (Mineropar) foi o primeiro a adotar esta abordagem urbana para desenvolvimento do geoturismo, com atrações muito variadas e resultados expressivos, inclusive para a geoconservação. No Rio de Janeiro, os trabalhos do DRM também apresentaram abordagens ligadas ao contexto urbano da geologia. A visitação turística a cemitérios já é tradicional, por exemplo, em Paris e Buenos Aires. Estes locais apresentam forte conteúdo cultural, manifestado, entre outras maneiras, no uso para cantaria e estatuária de rochas que frequentemente refletem a geodiversidade regional. Os cemitérios de Curitiba, Ribeirão Preto e outros já têm estudos que poderão resultar em geoturismo. Em São Paulo o turismo cemiterial já é timidamente realizado, mas apenas focado nos aspectos histórico e escultórico.

A proposta do geoturismo urbano é que a informação geológica, associada aos locais de visibilidade, ofereça ao observador uma possibilidade a mais de conhecer - condição básica necessária para valorizar - o meio que o rodeia. O geoturismo urbano apresenta um destacado aspecto democrático, pois as atrações estão facilmente acessíveis, a um custo menor, para um grande número de pessoas, e todas as cidades têm potencial para desenvolvê-lo.

(Resumo publicado nos Anais do 45° Congresso Brasileiro de Geologia)

3 comentários:

  1. Pessoal,
    Não foi a toa que sugerimos que esse trabalho fosse apresentado como conferência no Simpósio de MOnumentos Geológicos. E claro, sucesso total.
    Para quem quiser baixar a apresentação, favor acessar.
    http://www.geoturismobrasil.com/Materialdidatico/GeoturismoUrbano.pdf

    ResponderExcluir
  2. Eu gostaria muito de ver a apresentação, mas não consigo acessar o site que você disponibilizou. Poderia me ajudar?

    ResponderExcluir
  3. vai no site geoturismobrasil.com e entra no link de publicações Nina

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...