quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Inventário do Patrimônio Geológico de São Desidério-BA

O Inventário do patrimônio geológico do Sistema Cárstico do Rio João Rodrigues (São Desidério/Ba) foi realizado no âmbito de um estudo hidrogeológico daquele sistema, executado com finalidade se delimitar a área para implantação de uma Unidade de Conservação (UC) de Proteção Integral a ser criada pelo ICMBio naquela região. O trabalho foi fruto de um Termo de Compromisso Ambiental firmado entre a Bahia Mineração – BAMIN e o ICMBio-CECAV.
Neste contexto, o inventário teve o objetivo de identificar os geossítios mais relevantes e seus respectivos usos potenciais, para apoiar e subsidiar a delimitação do perímetro desta futura UC, destacando os locais mais relevantes para a compreensão da evolução geológica daquela região e apresentando propostas para conservação e uso destes locais.

Do ponto de vista geológico, o sistema cárstico do rio João Rodrigues é constituído por um conjunto de geoformas cársticas esculpidas em calcários de idade proterozóica do Grupo Bambuí, parcialmente encobertos por arenitos e lamitos do Grupo Urucuia, inseridos no contexto geológico da Bacia Sanfranciscana. Este sistema representa uma captura fluvial da bacia do rio Tamanduá para a bacia do rio São Desidério e apresenta um gradiente hidráulico de i = 0,004.



Poço Surubim - última ressurgência conhecida para o Sistema cárstico do rio João Rodrigues.

O inventário resultou no levantamento de 14 geossítios, selecionados entre os cerca de 45 pontos visitados em campo. Uma avaliação preliminar qualitativa dos locais inventariados apontou que a maioria está situada no município de São Desidério, conta com acessibilidade fácil, se enquadra nas rochas carbonáticas do Grupo Bambuí e são de interesse geomorfológico, hidrogeológico ou espeleológico, sendo passíveis de utilização turística, didática e científica.


Parque municipal da Lagoa Azul. Unidade de Proteção criada pela prefeitura de São Desidério para proteger a Lagoa Azul e a Gruta do Catão.
A quantificação dos locais de relevância geológica, seguindo a metodologia proposta por Pereira (2010), apontou que os geossítios Sumidouro do João Baio e Buraco do Inferno da Lagoa do Cemitério se destacaram como locais de relevância internacional. Estes locais também se destacaram, com valores acima da média para o Valor de Conservação, juntamente com o Parque Municipal da Lagoa Azul, a Nascente do rio João Rodrigues, o Buraco do Inferno da Lagoa da Sucupira, o Poço Surubim, a Gruta do Morro dos Tapuias, a Garganta do Bacupari e o Canyon da Beleza. Dentre o conjunto avaliado, estes geossítios são prioritários para ações de conservação.



Os resultados deste inventário permitiram a definição de um polígono preliminar da UC, cuja configuração final segue em discussão, considerando também parâmetros socioeconômicos e de relevância para a biodiversidade. 

(Texto do Prof. Dr. Ricardo Fraga)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...