quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

GEOSUDESTE 2015



Vem ai o 14° Simpósio de Geologia do Sudeste a ser realizado no período de 26 a 29 de outubro de 2015, em Campos do Jordão (SP).
O GEOSUDESTE é o segundo maior evento brasileiro na área de Geociências e terá como tema central "A importância dos recursos naturais na economia brasileira".
Fiquem atentos às datas. O envio dos trabalhos é até o dia 25 de maio de 2015 e este ano a Sessão Técnica "Geociencias Aplicadas e Ambientais" traz como um dos eixos "Geoturismo, monumentos geológicos e Geoparques".

Acessem o SITE DO EVENTO. 
Participem!.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Anais do Simpósio Brasileiro de Patrimônio Geológico

O III Simpósio Brasileiro de Patrimônio Geológico será realizado no próximo mês de setembro em Lençóis, Bahia, como já comentei nesta postagem

Baixe os Anais das duas primeiras edições clicando nas imagens abaixo e conheça um pouco do que tem sido publicado. 

I Simpósio Brasileiro de Patrimônio Geológico - Rio de Janeiro (RJ) - 2011


II Simpósio Brasileiro de Patrimônio Geológico - 2013 - Lençóis (BA).


domingo, 22 de fevereiro de 2015

Tipos de Patrimônio Geológico

Patrimônio pode ser entendido como o conjunto de bens materiais e imateriais que devemos transmitir aos nossos descendentes, que pelas suas características particulares necessitam de estratégias de proteção/conservação e que constituem herança coletiva. O patrimônio geológico, por sua vez, constitui-se em um patrimônio natural abiótico que, pelas suas caracteríticas de raridade, vulnerabilidade, suporte à biodiversidade, valor científico, estético, dentre outros, deve ser conservado e valorizado. 

O patrimônio geológico (geoheritage ou geopatrimônio) corresponde ao conjunto de geossítios inventariados, caracterizados e delimitados geograficamente, onde ocorre um ou mais elementos da geodiversidade com singular valor do ponto de vista científico, pedagógico, cultural e turístico. 


Alguns tipos de patrimônio geológico: 

1. Patrimônio Geomorfológico 
O patrimônio geomorfológico é constituído por um conjunto de geomorfossítios, ou seja, áreas naturais onde os atributos principais estão relacionados à dinâmica geomorfológica e às formas de relevo, apresentando algum valor para a sociedade. São classificados em diferentes categorias temáticas considerando suas características litológicas, estruturais, elementos geomorfológicos, entre outros: geoformas tectônicas, graníticas, vulcânicas, cársticas, litorâneas, residuais, tectônicas, fluviais, culturais e glaciárias. A categoria geomorfológica é a segunda maior em termos de quantidade de geossítios descritos no SIGEP, com 19,82% do total. 

Morro do Pai Inácio - Chapada Diamantina - BA
Fonte: SIGEP

2. Patrimônio Paleontológico 
Corresponde aos depósitos fossílíferos ou jazidas que apresentem valores científico, educativo, cultural etc. São ainda considerados como elementos do patrimônio geológico as coleções de fósseis recolhidas e/ou expostas em museus. No bando de dados do SIGEP, esta categoria é a que tem maior quantidade de geossítios descritos, correspondendo a 32,89%. 

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Critérios de Avaliação Quantitativa do Patrimônio Geológico

Na avaliação do patrimônio geológico, a quantificação é a etapa que procede ao inventário. O objetivo da quantificação é diminuir a subjetividade do processo de avaliação. O resultado é uma lista ordenada de sítios, que pode ser uma ferramenta para o estabelecimento de áreas prioritárias para a gestão. 

Vamos aos critérios definidos por Brilha (2015):
Obs: a maioria dos parâmetros são autoexplicativos. 

Valor Científico: 
i) representatividade (importância em termos de ilustratividade dos processos geológicos)
ii) importância do geossítio como referência;
iii) conhecimento científico (publicações científicas sobre o sítio pesquisado)
iv) integridade (grau de conservação do sítio)
v) diversidade geológica 
vi) raridade;
vii) limitações de uso 

Valor Educacional:
i) vulnerabilidade;
ii) acessibilidade;
iii) limitações de uso;
iv) segurança;
v) logística (existencia de estrutura como restaurantes, hoteis, etc);
vi) diversidade da população (características populacionais como o desenvolvimento econômico)
vii) associação com outros valores; 
viii) beleza cênica; 
ix) singularidade; 
x) potencial didático 
xi) condições de observação; 
xii) diversidade geológica. 


domingo, 15 de fevereiro de 2015

Indicação de Leitura: Guia de Redação para Área de Geociências

Amigos,
a Oficina de Textos lançou o livro Guia de Redação para a Área de Geociências, de Pércio de Moraes Branco.

São 25 capítulos sobre as regras de elaboração de textos técnicos. A nomenclatura de minerais recebe atenção especial com traduções, grafia correta, etc. A pronúncia de diversas palavras são apresentadas de maneira didática, tornando a obra mais completa e acessível tanto para geólogos como para qualquer pessoa interessada no uso correto da língua portuguesa. 




O livro custa 56 reais. Lembrando que professores tem desconto de 20%. Visitem o SITE

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

VII Congresso Nacional de Geomorfologia - Portugal


A Associação Portuguesa de Geomorfólogos, em colaboração com o Centro de Estudos Geográficos do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território (IGOT) da Universidade de Lisboa, organiza em Lisboa, entre os dias 8 e 10 de Outubro de 2015, o VII Congresso Nacional de Geomorfologia.

As temáticas do congresso pretendem-se abrangentes, evidenciando a robustez e diversidade da geomorfologia e seu contributo para o avanço da ciência e para o bem-estar da sociedade. Neste sentido, é estimulada a submissão de trabalhos relacionados com os diferentes domínios da geomorfologia. Os contributos esperados abrangem a componente de investigação fundamental relacionada com os processos e as dinâmicas geomorfológicas, o desenvolvimento de novas técnicas e metodologias na investigação geomorfológica, os riscos geomorfológicos e respectiva relação com o ordenamento do território e valorização e salvaguarda do património geomorfológico.


São encorajados a participar neste VII Congresso Nacional de Geomorfologia, os especialistas, técnicos, professores, estudantes e profissionais das geociências cujo interesse incida, nos diferentes domínios da geomorfologia.


Excelente evento e o Patrimônio Geomorfológico está na temática. 
Atentem aos prazos! Envio de resumos até o dia 31 de março de 2015
Confira o SITE DO EVENTO.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Paisagem e Patrimônio Geomorfológico

A noção de patrimônio tem sido aplicada às paisagens, essencialmente associada ao processo de classificação de áreas (naturais, culturais e mistas). Nesta perspectiva, as paisagens patrimônio integram elementos naturais e culturais com elevado valor patrimonial, devendo esta categoria especial de patrimônio paisagístico criada pela UNESCO ser integrada a meio caminho entre o patrimônio cultural e o patrimônio natural. Em alguns casos, os elementos são de índole geomorfológica, pelo que devem ser considerados como patrimônio geomorfológico. 

As componetes geomorfológicas da paisagem são em regra as mais estruturantes da sua imagem, que, por serem as primeiras a ser percebidas pelo observador, e por delas dependerem outros componentes como o hidrológico e florístico, por exemplo. Contudo a paisagem não significa o mesmo que geoforma,. As geoformas são as formas da superfície que podem variar de quilômetros e metros. 

No tema do patrimônio geológico, os conceitos de paisagem e de geoformas têm sido erroneamente interpretados como equivalentes, que se traduz muitas vezes no uso de expressões como "paisagem geológica" ou simplesmente paisagem,quando se pretende designar geoformas. Isso vem da dificuldade da comunidade geoconservacionista em assimilar o patrimônio geomorfológico e as geoformas como parte fundamental do patrimônio geológico. 

Geoformas são, portanto, formas da superfície da Terra, concebidas como setores ou entidades do espaço, as quais possuem certa geometricidade própria. 


domingo, 8 de fevereiro de 2015

Mesa-redonda no SBGFA


Está confirmada a mesa-redonda " Patrimônio Geológico e Geoturismo: a importância das estratégias de geoconservação" no dia 1° de julho de 2015, durante XVI Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada - SBGFA. 

Confira os palestrantes:


Fonte

Profa. Dra. Kátia Leite Mansur
Doutora em Geologia (UFRJ)
Professora Adjunta da UFRJ.
Diretora do Museu da Geodiversidade
Vencedora do Prêmio Monteiro Lobato (2014) da SBG pelos trabalhos desenvolvidos na popularização das Geociências. 












Fonte



Prof. Dra. Jasmine Cardozo Moreira 
Pós-Doutora (Universidad de Zaragoza)
Doutorado em Geografia (UFSC)
Professora e Chefe do Departamento de Turismo da UEPG
Bolsista em Produtivida da Fundação Araucária









Fonte

Prof. Dr. Marcos Antônio Leite do Nascimento 
Doutor em Geodinâmica e Geofísica (UFRN)
Professor Adjunto II da UFRJ














Lembrando que o envio de trabalhos para o evento é até o dia 01 de março de 2015. Visite o site. 

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Sobre a SIGEP

O principal objetivo da Comissão Brasileira de Sítios Geológicos e Paleobilógicos (SIGEP) é a criação de um banco de dados de geossítios brasileiros e sua disponibilização para a comunidade em site da internet e através de publicações de livros técnicos, nos quais cada geossítio é descrito detalhadamente. Até o momento é a iniciativa mais importante e abrangente, no sentido de reconhecimento do patrimônio geológico brasileiro. 

Atualmente a SIGEP é composta por treze instituições: Serviço Geológico do Brasil (CPRM); DNPM; Academia Brasileira de Ciências (ABC); Associação Brasileira de Estudos do Quaternário (ABEQUA); Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE); Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Renováveis (IBAMA); Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN); Petróleo Brasileiro S.A. (Petrobrás); Sociedade Brasileira de Espeleologia (SBE); Sociedade Brasileira de Geologia (SBG); Sociedade Brasileira de Paleontologia (SBP); e, mais recentemente, a União da Geomorfologia Brasileira (UGB) e o Instituto Chico Mendes (ICMBio).

A Comissão está constantemente recebendo propostas de avaliação de sítios de várias naturezas tais como geológicos, geomorfológicos, paleontológicos, paleoambientais, marinhos, ígneos, sedimentológicos, tectônico, estratigráficos, hidrogeológicos, dentre outros. 

Três volumes já foram publicados, com um total de 116 sítios cadastrados, em sua maioria, sítios paleontológicos (32%), seguido do geomorfológico (20%), paleoambiental (11%) e espeleológico (9%). As demais categorias (sedimentar, marinha, ígnea, histórica, astroblema, hidrogeológica, estratigráfica e tectônica) totalizam 28%. 

Clique nas imagens para acessar os sítios cadastrados. 

domingo, 1 de fevereiro de 2015

Indicação de Leitura - Geomorphosites


Geomorphosites de autoria de Emmanuel Reynard, Paola Coratza e Géraldine Regolini-Bissing. Publicado em 2009. 





O interesse da comunidade científica pelo patrimônio geomorfológico foi induzido pela Associação Internacional de Geomorfólogos (IAG) ao criar, em setembro de 2001, durante a 5° Conferencia Internacional de Geomorfologia, em Tókio, um Grupo de Trabalho, Geomorphosites, com o objetivo de fomentar a pesquisa científica sobre a temática. Após 8 anos de pesquisas do grupo, o resultado foi publicado neste livro.

Este é um dos poucos livros que tratam exclusivamente do patrimônio geomorfológico trazendo discussões sobre a definição, características, métodos de avaliação, relação dos geomosfossítios com a paisagem (conceito chave da Geografia), proteção, promoção e diversos exemplos de catagorias dos geomorfossítios, tais como as áreas sensíveis à desastres naturais, vulcanismos, áreas cársticas e arqueologia.  

Este eu comprei na Amazon norte-americana com um custo de 63 dólares, já incluindo o frete, cerca de 173 reais +  30 reais de IOF. Demorou cerca de 40 dias para chegar. O site é muito confiável . 

Aproveito para a fazer a indicação de leitura deste artigo da professora Vanda Claudino-Sales PAISAGENS GEOMORFOLÓGICAS ESPETACULARES: GEOMORFOSSÍTIOS DO BRASIL.  


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...