sábado, 31 de outubro de 2015

Tendências Temáticas e Conceituais da Geomorfologia no XVI Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada

Olá amigos, 

nesta semana ocorreu a III Jornada de Geografia Física, na Universidade Federal do Piauí, onde avaliei alguns trabalhos e um deles, especialmente, me chamou atenção. Trata-se do artigo "As tendências temáticas e conceituais da geomorfologia no XVI Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada", que também ocorreu aqui em Teresina, no mês de julho do presente ano.

 A ciência geomorfológica, em especial, vem experimentando, já desde os anos de 1970 e 1980, refinadas abordagens conceituais, abrindo-se para um espectro temático mais abrangente. No âmbito dos seminários de Geografia Física, a maior proximidade dos praticantes da abordagem geomorfológica junto aos geógrafos, geólogos, pedólogos, biogeógrafos e climatologistas tem propiciado um rico intercâmbio de métodos, conceitos e temas, impulsionando o amadurecimento epistemológico da Geomorfologia, alargando, também, as possibilidades aplicativas desta ciência aos temas historicamente vinculados à Geografia Física, a qual mantém a patente sobre o estudo da organização espacial dos sistemas ambientais,

Um quadro com a compilação dos eixos temáticos e a quantidade de trabalhos apresentados foi apresentado, onde pode ser observado uma quantidade significativa de trabalhos no eixo 09, que tratou da temática de Geodiversidade e Geoconservação. 


Clique na imagem para visualizar em tamanho maior

Observem que eixos clássicos da Geografia Física, como a Biogeografia, estudos ambientais no Nordeste e Ensino de Geografia Fìsica, apresentaram uma quantidade menor de trabalhos. 

Nesta segunda apresentação à Geografia, em um dos principais eventos da área, a turma da Geoconservação até que fez uma boa participação. Falo em segunda apresentação, porque a primeira foi no Simpósio Nacional de Geomorfologia em 2010, onde tivemos um eixo específico e depois disso não houve continuação. 

Confira os Anais da III Jornada de Geografia Física AQUI

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Anais 46° Congresso Brasileiro de Geologia

A pedidos, estou disponibilizando novamente o link dos Anais do 46° Congresso Brasileiro de Geologia. 

Desta vez coloquei na minha comunidade do facebook. 

Cliquem na imagem para baixar. 



domingo, 25 de outubro de 2015

Vídeo - O Mapa Geológico: Desenhando a Pele da Terra

Confira este vídeo, produzido pelo Instituto Geológico e Mineiro da Espanha. 

clique na imagem




(A propósito, o vídeo está compartilhado em um grupo do Facebook denominado "Arquivos da Shey", outra forma que encontrei de compartilhar arquivos. Deem um joinha lá ;) ).

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

II Semana Científica do Laboratório de Geomorfologia e Erosão dos Solos



Olá amigos!

Vem ai a II Semana Científica do Laboratório de Geomorfologia e Erosão dos Solos  - "Geomorfologia e Meio Ambiente: um Novo Olhar Sobre o Patrimônio Geomorfológico".

O evento está sendo promovido pelo Laboratório Lages da Universidade Federal de Uberlândia e ocorrerá nos dias 19 e 20 de novembro de 2015. 

Entre a oferta de mini-cursos, haverá o da Prof. Dra. Lílian Bento (UFU) "Interpretação Ambiental do Patrimônio Geomorfológico por Meio de Painéis" e uma mesa-redonda "Avanços na Pesquisa em Patrimônio Geomorfológico", com a participação das professoras: Prof. Dra. Kátia Mansur (UFRJ), Profa. Dra. Úrsula Ruchkys (UFMG) e Lílian. A abertura contará com a presença e palestra do Prof. Dr. Luciano Sanches Ross. 

O envio de trabalhos foi prorrogado para o dia 31 de outubro. 

Confira mais informações no LINK.


sábado, 10 de outubro de 2015

Projeto Geoparque Fernando De Noronha

Um meio ambiente que seja ambiente inteiro. A ideia de um geoparque se fundamenta na valorização do Patrimônio Geológico como princípio de abertura para iniciativas mais amplas. Isso significa dialogar com outras categorias de "Patrimônio", através de ações sustentáveis, educativas, culturais, que estimulem a geração de renda para as comunidades. Estas, passam a se apropriar do conhecimento e transformam-no em vivências cotidianas. Se reconhecem no geoparque, e criam com ele uma identidade. 

O projeto Geoparque Fernando de Noronha, ao contrário do que muitos pensam, já tem história. Desde 2007, são realizados estudos na ilha visando à criação de um geoparque, e em 2013 se consolidou um Grupo de Trabalho específico em Reunião oficial do Conselho do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha (PARNAMAR-FN). Destaca-se a composição do grupo, que inclui representantes do Parque Nacional Marinho, Universidades (UEPG, UFPE), Projeto Tamar, Centro do Golfinho Rotador, membros do trade turístico, da administração e da comunidade de Fernando de Noronha. A ideia, a partir daí, foi fundamentar as bases necessárias a fim de submeter uma candidatura à Rede Global de Geoparques (GGN) - UNESCO.

"Fernando de Noronha tem pleno potencial para ser um geoparque" - lembro de ter me dito, com entusiasmo, uma das idealizadoras do projeto, Jasmine Cardozo Moreira (UEPG). É uma região geograficamente compacta que possui geo e biodiversidades sui generis, com 17 potenciais geossítios já identificados (considerando apenas a área do Parque Nacional), a exemplo da Ponta da Sapata (Fig. 1). Claro, que grandes desafios existem nessa empreitada, como por exemplo propor as alterações necessárias no sistema de gestão da ilha, e salvaguardar o respeito à capacidade de carga local, dentre vários outros temas delicados. Alguns pontos de destaque do Projeto Fernando de Noronha são:

1- O envio da candidatura para a UNESCO acontecerá somente mediante aprovação e desejo da comunidade;
2- O Plano de Gestão do Patrimônio Geológico terá sua base fundamental no Plano de Manejo do Parque Nacional;
3- A heterogeneidade do Grupo de Trabalho, que pode facilitar a busca por apoio político e recursos financeiros para a execução do Plano de Ações;

Fig. 1: Ponta da Sapata - Fernando de Noronha, potencial geossítio (Foto: Kelly Sato).

Segundo Jasmine, o grupo pretende socializar os avanços, e discutir intenções através de um evento que provavelmente ocorrerá em 2016 com, e para, a comunidade. Os pesquisadores especialistas convidados, representantes de geoparques, e do Serviço Geológico Brasileiro, estarão disponíveis para diálogos em mesas redondas e explanações, a fim de tirar dúvidas e fortalecer uma proposta legitimamente fernando-noronhense. Para consultas adicionais e mais informações, o Projeto Fernando de Noronha mantém um site de comunicação que pode ser consultado clicando no link a seguir: Projeto Geopark Fernando de Noronha .

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Anais do VII Congresso Nacional de Geomorfologia (Portugal)

A Associação Portuguesa de Geomorfólogos (APGEOM), em colaboração com o Instituto de Geografia e Ordenamento do Território (IGOT) da Universidade de Lisboa, organizou em Lisboa, nos dias 8 e 9 de Outubro de 2015, o VII Congresso Nacional de Geomorfologia – Geomorfologia 2015. 

Este evento deu continuidade a congressos realizados com a periodicidade de 2 anos, que se efetuaram, desde 2002, em Lisboa, Coimbra (em duas ocasiões), Funchal, Braga e Porto. O VII Congresso de Geomorfologia contou com 24 comunicações orais e 25 comunicações em poster (também com apresentação pública), envolvendo cerca de 150 autores de 9 nacionalidades.


Clique na imagem para baixar os Anais.


terça-feira, 6 de outubro de 2015

Global Geoparks Network (GGN) Admite Mais Nove Membros



Na ocasião do IV Simpósio da Rede dos Geoparques da Ásia e Pacífico, realizado entre 16 e 20  de 2015, no território do San’in Kaingan Geopark, Japão, foram aprovados 9 geoparques na composição da rede global. O número de geoparques passa oficialmente de 111 (distribuídos em 32 países) para 120 membros (distribuídos em 33 países). Segue a lista dos geoparques recém-aprovados:

1- Mount Apoi Geopark – Japão
2- Zhijindong Cave Geopark – China
3- Dunhuang Geopark – China
4- Gunung Sewu Geopark – Indonésia
5- Sitia Geopark - Grécia        
6- Troodos Geopark – Chipre
7- Reykjanes Geopark – Islândia
8- Pollino Geopark – Itália
9- Lanzarote Geopark and Chinijo Islands Geopark – Espanha

Para visualizar a distribuição geográfica e a lista atualizada de todos os geoparques (GGN) clique aqui


Logotipo oficial da Global Geoparks Network


domingo, 4 de outubro de 2015

Mapa Geoturístico do Centro Histórico de Natal - RN


O Projeto "As Rochas contam sua História: Programa de divulgação da Geodiversidade no Centro Histórico de Natal" - uma parceria entre pesquisadores e discentes dos departamentos de Geologia, Arquitetura, História e Turismo da UFRN - começa a divulgar seus primeiros resultados sob a forma de mapas.

Aqui o Mapa Geoturístico do Centro Histórico de Natal - Bairro Cidade Alta, com 11 locais de interesse turístico (enfoque na geodiversidade, história e cultura).
Grato aos(as) alunos(as) Gustavo Brito, Matheus Lisboa, Tarsila Barbosa Dantas, Roberta Dias, Lara Trindade, Allan Barbosa, Isabella Ludimilla, Luciléia Morais, Gabriel Barreto pelo excelente trabalho. Sigamos em frente.



Clique na imagem para visualizar em tamanho maior


Por Marcos Nascimento

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...